Feeds:
Posts
Comments

Archive for the ‘úteis’ Category

gtd in 12 simple steps

“Step 1. Don’t talk big. Big-talkers are notorious under do-ers, under-achievers and under-performers. They’re also pains in the arse.

Step 2. Don’t wait for things to ‘work out’. Idiots wait for things to work out. Rather than hoping things will happen, make them happen.

Step 3. Lose the bad attitude. Attitude is a choice. Better attitude equals better decisions, behaviours and outcomes.

Step 4. Don’t eat crap. Being unhealthy on a physical level means you won’t function optimally on any level: mentally, emotionally, professionally or socially. Eat crap and you’ll look, feel and function like crap!

Step 5. Actually care about others. Being a self-centered idiot ain’t a recipe for success.

Step 6. Don’t make life harder than it needs to be. Life’s challenging enough without you complicating the simple. Suck it up, Princess.

Step 7. Do things early in the day. Being productive early puts you in a better place (mentally, emotionally and creatively) for the rest of the day.

Step 8. Let go of your ill-conceived beliefs. It’s time to lose those self-limiting, disempowering beliefs. They’ve run your life for long enough. You’re good enough, talented enough and, yes, you deserve happiness.

Step 9. Bad things happen and life’s not fair – deal with it. More often than not success or failure will be determined by the way you react to the situations, circumstances and events (good and bad, foreseen or not) of your world. Better reactions equal better results.

Step 10. Don’t focus on (or obsess about) things you can’t change. Wasting your time, talent and emotional energy on things that are beyond your control is a recipe for frustration, misery and stagnation. Invest your energy in the things you can control.

Step 11. Don’t avoid things you fear. Putting your head in the sand just shows the world your arse. And none of us want that. Lasting change begins with awareness and acknowledgement. Step up and do what’s necessary.

Step 12. Don’t over-think things. Analysis paralysis is a painful, pointless and unnecessary condition. To think is good. To obsess is bad. Stop obsessing.

There you have it, Grasshoppers: politically incorrect self-help. In fact, let’s not call it self-help, let’s call it… some free practical advice. Of course, some will be offended and bothered by this type of language and message but fortunately for me, I’ve learned to take criticism pretty well.

You may want to attach (nail, staple, rivet, sew, glue) these twelve steps to the forehead of someone special. And then run.

You’re welcome. =)”

 

aqui

Advertisements

Read Full Post »

post-it

Read Full Post »

lonely carousel

lonely carousel

amanhã vou passar algumas (longas) horas a ser testada.

não podia estar em pior estado psico-coiso-paranóico-depre-emocional.

vou ali beber um chá de hipericão a ver se passa – sim, porque o ‘remédio santo’ chamado ida à estrela e passear por entre coisinhas crafty só serviu para eu concluir que já estou cansada de ver sempre as mesmas coisas e para rapidamente voltar a casa.

nota: chato chato é eu ter a perfeita noção do que preciso para aliviar a ansiedade/tensão que tenho nos ombros, mas não ser capaz…

viagens…o que eu preciso é de evasão

Read Full Post »

aconchego

costumava enrolar-se naquela manta. ficava colorida e os sorrisos que nessa altura não a largavam, mais exaltados ficavam, quando ela, nela se enrolava. os dias eram frios, dias em que tão bem sabe ter os ombros a descoberto, como ela fazia questão em ficar.

a manta essa, esteve diversas vezes por sair de si, por ser mandada para uma qualquer parte que não estivesse ao alcance da sua vista. durante longos meses foi banida do seu aconchego, sem também nunca ter chegado a sair do sítio onde sempre existiu.

parece entretanto que algo mudou. ela voltou a ter a função para a qual esteve sempre designada, o aconhego.

(menos uma memória a condicionar o seu dia-a-dia)

Read Full Post »

recadinho

aviso: este post só interessa (se interessa) a quem se interessa por saber como anda a minha pessoa* 

quem me conhece sabe que vivo em constante estado de ansiedade. seja porque não sei se chove no dia seguinte, seja porque não consigo decidir o que quero, ou porque simplesmente detesto não saber o que se vai passar. o inesperado aborrece-me.

ora bem, por estes dias este ‘estado’ tem vindo a agravar-se. coisas importantes ‘podem’ vir a acontecer, e o não saber de facto o que me espera tem andado a ‘moer-me’…

pois neste momento já devem estar a pensar: ‘ah e tal…ela tem de ter calma’, ‘tudo vai correr bem’, ‘tenho de me deixar levar’, e por aí adiante…

(mas é complicado…)

tenho a *mania* que posso controlar o que me rodeia, o ambiente, as pessoas, o que só me dá dores de cabeça. (‘ah e tal, tens de mudar isso…’, ‘está nas tuas mãos…’)

nota I: não vejo hora de ser sábado e poder aproveitar a luz do meu quarto pela manhã

nota II: quem me conhece sabe ainda que adoro ser surpreendida, o que diga-se, é tudo menos ser coerente. somos* assim, vá-se lá entender…

Read Full Post »

insustentável

a incontornável leveza

Read Full Post »

  1. por isto
  2. por isto
  3. por isto
  4. por isto
  5. por isto
  6. por isto
  7. por coisas como isto
  8. por isto
  9. porque se é para ires mais vale ires comigo
  10. porque vais precisar de alguém que cozinhe para ti

(:

Read Full Post »

Older Posts »