Feeds:
Posts
Comments

Archive for March, 2007

quotes

«Escrevo para registar o que é fugaz. Para deter as coisas. Para registar certos factos. Parece-me que é isto. Escrevo para registar, para fixar, para demorar.»

por aqui e aqui

Read Full Post »

workspaces

work

Read Full Post »

nice places

dias

nice thoughts

Read Full Post »

da manhã

  1. atraso de 1 hora e meia
  2. dor de cabeça
  3. deadline para cumprir
  4. e mais um qui pro quo para resolver

Read Full Post »

indecifrável

adj. 2 gén., 

que se não pode decifrar;

de difícil decifração.

Read Full Post »

despite the distance

 (…) a quem se possa dizer vem ca a casa mimar-me

leva-me ao cinema ou a ver o por do sol e a cheirar o mar

e a dar dentadas nas estrelas

sobra-nos o chocolate

e a vista da janela do quarto e a alienacao do trabalho

e ouvir a feist (…)

nothing more to say

Read Full Post »

what you see isn’t always what you get

eu sei, não devia. sempre soube que me ia arrepender, mas agora olha, já está.

só não façam de conta que não foi nada, que é uma coisa leve ou que tudo depende da perspectiva.

por vezes as coisas acontecem para lá da nossa vontade, para lá das nossas acções; esta é uma delas. e custa, custa sempre, não é novidade.

Read Full Post »

needy

assim não dá mais. ou bem que vou de férias, ou fico maluca.

bem sei que ninguém é responsável (além de mim mesma), mas se não for muito transtorno gostava de ser mimada, acho que preciso (?preciso mesmo?).

ora com chocolates, ora com outras manifestações, não sou esquisita – desde já o meu muito obrigada.

nota: não se prometem recompensas.

Read Full Post »

do assalto: extras

depois de ter descoberto que tenho a fechadura avariada, descobri também que só consigo entrar no meu carro pela porta que não a do condutor (a do pendura, diga-se).

junte-se a isso a terrível dor nas costas que desde ontem me atormenta, e a ideia de ter de fazer ‘movimentos extra’ de cada vez que entro no carro vislumbra-se (e assegura-se) bastante dolorosa – o ‘não simples’ acto de conduzir tem sido, ele próprio, um acto doloroso.

note to myself:

  • não esquecer que a saúde está primeiro e que o resto pode esperar

Read Full Post »

me in a bag

me in a bag 

se tiveres de me levar num saquinho, usa este por favor*

Read Full Post »

Older Posts »